• Thiago Barcellos

Animações Bizarras e Obscuras dos anos 90 I PARTE 2: "Tubarões Urbanos"



A animação televisiva dos anos 90 foi inundada por um sem número de clones cafajestes na esteira do sucesso das Tartarugas Ninja. Afinal, todos queriam uma fatia daquela torta antropomórfica de um bilhão de dólares. Uma dessas emulações parasitárias atendia pelo curioso nome de Tubarões Urbanos (originalmente, Street Sharks).


Criado por David Siegel e Joe Galliani e produzido entre 1994 a 1996 pela DiC Entertainment (o estúdio responsável pelo infame Capitão Planeta), o desenho animado tinha como premissa básica as aventuras de quatro irmãos adolescentes transformados em tubarões humanoides após serem sequestrados por um malvado geneticista que planeja transformar toda a humanidade em um exército de criaturas híbridas.


Denominando-se Tubarões Urbanos, os irmãos agora assumem novas identidades: Ripster (um grande tubarão branco), Jab (um tubarão-martelo), Streex (um tubarão-tigre) e Big Slammu (um tubarão-baleia). Juntos, eles lutam contra as monstruosas ameaças mutantes.



Os episódios - algo entre o divertido e o bizarro - continham histórias envolvendo sociedades clandestinas de crocodilos, alegorias sobre a Guerra Fria e um personagem chamado Moby Lick. Havia também mesclas insólitas entre heróis famosos e animais, como é o caso de um personagem anômalo que era o estranho cruzamento entre o Wolverine da Marvel e uma centopeia, chamado Wolveripeia (!).


Tubarões Urbanos contou com o que havia de mais clichê à época: bichões exóticos, explosões, veículos enormes, frases de efeito engraçadinhas e uma linha de bonecos de ação (produzida pela Mattel), afim de dar alguma sobrevida a animação. Com 40 episódios divididos em três temporadas, a série obteve (pelo menos lá fora) um sucesso moderado. O desenho rendeu ainda um spin-off (Dinossauros Radicais) e uma minissérie em quadrinhos de três edições produzida pela Archie Comics, baseada nos três primeiros episódios.



No Brasil, o desenho teve uma rápida exibição na Rede Globo em 1999, porém passou quase despercebido na programação do canal, permanecendo atualmente como uma intocada relíquia dos anos 90 - para o bem ou para o mal.


Tubarões Urbanos foi um jorro quase inestancável do que há de mais nocivo em se tratando de plágio. Sei lá. Talvez seja assim como o mundo acaba. Não com uma explosão nuclear, mas como um tubarão skatista dando um grito em dó maior com os dizeres: "Jawesome!" .







11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
GoogleMaps Logo Shadow.png