• Thiago Barcellos

Animações Bizarras e Obscuras dos anos 90 I PARTE 1: "Os Monstruosos"

Atualizado: Ago 24



No universo da animação, terror e ficção científica sempre fez parte da telinha da TV, e tentativas constantes foram feitas ao longo dos anos para produzir entretenimento. Algumas atrações caíram no poço sem fundo do esquecimento, enquanto outras se tornaram grandes fenômenos de audiência.


Os Monstruosos (Creepy Crawlers, nos EUA) faz parte dessa primeira categoria, ganhando passagem só de ida pro lago pantanoso da obscuridade.


Trata-se de um desenho animado franco-americano da década de 90, produzido pela Saban Entertainment (atualmente propriedade da Disney), e que foi exibida na Rede Globo, no programa Angel Mix entre 1996/1997 - lembra?


A animação foi baseada no brinquedo ToyMax's Creepy Crawlers, uma linha de 12 bonecos extremamente esdrúxulos produzidos pela norte-americana ToyMax.


Essa linha de brinquedos ganhou fôlego e popularidade entre a gurizada estadunidense o que acabou gerando sua própria série animada em 1994.



Nos EUA, nos anos 80 e 90, grande parte das animações se tornaram brinquedos, e os brinquedos tornaram-se desenhos animados. Uma coisa interessante sobre os anos 90 é que os desenhos de super-heróis tinham o estranho hábito de contar histórias sobre mocinhos ou vilões que eram subprodutos de lodo radioativo, lama ou substâncias pegajosas. Foi assim, aliás, que se originou a coqueluche mundial das Tartarugas Ninja, inspirando uma miríade de mutantes ou monstros que se engalfinhavam entre si ou combatiam o crime.


O que é incomum é que a série Os Monstruosos foi criada por ninguém menos que a Saban que, na época, estava no negócio de ganhar dinheiro à moda tokusatsu (super-heróis importados e codificados por cores; leiam-se: Power Rangers, VR Troopers entre outros). Então, é muito estranho que eles tenham investido dinheiro grosso em uma série animada (e algo bizarra, diga-se), sobre super-heróis (ou seriam anti-heróis?) pegajosos com os quais ninguém estava muito familiarizado.


Desenvolvido por James Cross e Judy Martin, Os Monstruosos centra-se em dois grupos guerreiros; um maligno e o outro heroico, trazidos acidentalmente à vida por um garoto através de uma máquina mágica e por um alinhamento planetário que ocorre uma vez a cada mil anos (ah..., os anos 90!). Assim, o tal guri faz surgir, sem querer, um grupo de intrépidos personagens chamados Goop-Mandos.



Duma gosma emergem, inexplicavelmente, três heróis parecidos com insetos de personalidades amigáveis e prontos para se juntar a seu jovem mentor. Há o trapaceiro Hocus Locust, a criatura elétrica Volt Jolt e o grandalhão T-3 - todos esquecíveis, vai por mim. Assim, com a ajuda do menino, eles decidem realizar missões de combate aos malfeitores (!).


A série durou apenas duas temporadas antes do seu óbvio cancelamento, enquanto a linha de brinquedos (lá fora) continuou.


Os Monstruosos, claro, não eram nem de longe tão dinâmicos quanto as Tartarugas Ninja, mas a animação reuniu alguns designs de personagens deliciosamente bizarros além de um conceito cheio de potencial classe B.


19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
GoogleMaps Logo Shadow.png