• Thiago Barcellos

Como transformar sua quarentena num grande exercício de inanidade



The Ottifants era um desenho animado alemão estrelado por elefantes infantilizados que tentava, por via da sátira, ser engraçado.


O resultado, claro, um espetáculo ambicioso de fracasso.


Se o game original de Mega Drive da softwarehouse Graftgold era menos divertido que jogar Paciência num 486, essa atrocidade ganha contornos ainda mais pungentes quando os bucaneiros do Kremlim tiveram a genial ideia de hackear o jogo.


E o que os camaradas fizeram? Apenas transmutaram as cores pastéis do nosso protagonista paquiderme para um verde-vômito em clara homenagem à famosa sequência da golfada de O Exorcista.


Otto no desenho animado original alemão: tão legal quanto levar chucrute no reto.

O título dessa patifaria pirata? Shrek 2! Ora, como não?


Se no game original, tentar golpear os inimigos deixava o jogador à mercê dos caprichos inconstantes da detecção de colisão, essa nova versão Soviética, transformará sua inocente jogatina na quarentena num grande exercício de inanidade.


Transformaram um joguete que já era meio chinfrim nessa pérola abissal do Leste Europeu.

Não se trata de uma dificuldade legitimamente programada; a maior dificuldade aqui é driblar os controles tenebrosos. Em suma, a mais perfeita definição de frustrante.

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
GoogleMaps Logo Shadow.png
GoogleMaps Pin.png