• Thiago Barcellos

Os 5 melhores curtas da Pixar na nossa (nada) humilde opinião I PARTE 1

Atualizado: Ago 13



A Pixar, pra quem não sabe, começou como uma divisão de efeitos especiais pertencente à Lucasfilm, chamada ILM (Industrial Light & Magic). Pioneira na área da computação gráfica em filmes como Jornada nas Estrelas II: A Ira de Khan (1982) e O Enigma da Pirâmide (1985), é vendida, em 1986 para o cofundador da Apple, Steve Jobs, tornando-se assim a Pixar Animation Studios.


A Pixar não seria o estúdio que é hoje se não ganhasse sua reputação tanto por sua tecnologia quanto com seus curtas-metragens de animação. Antes mesmo do petardo Toy Story ser concebido, a empresa já trabalhava em inesquecíveis minifilmes que a ajudaram a desenvolver sua arte de contar histórias.


Esses fimetes podem não ser tão icônicos quanto a dupla Buzz e Woody de Toy Story, mas estrelam todo um elenco de personagens tão reconhecíveis e adoráveis ​​quanto os de seus longas. Apesar de seu pouco tempo na tela grande, muitos desses personagens divertiram e emocionaram pilhas fãs ao redor do mundo.



5. Luxo Jr. (1986)

Dir.: John Lasseter


Trata-se dum curtinha pra lá de simpático sobre duas luminárias de mesa e uma bola. A mais nova brinca ao lado da mais velha. Quando a bola é furada, a mais nova leva uma bronca de sua companheira. Pouco tempo depois, ela consegue uma nova bola e continua a brincadeira.


Luxo Jr. é a própria inovação da história do cinema de animação no formato de curta-metragem. Destacam-se os efeitos de iluminação conseguidos com a utilização da computação gráfica, como, por exemplo, a intensidade da luz das lâmpadas interagindo com o seu ambiente.


A obra entrou para a história do cinema como o primeiro curta feito em computação gráfica a concorrer ao Oscar, bem como se tornou o mascote do estúdio. Com direção de John Lasseter, este foi o primeiro filme produzido pela Pixar.


Embora o roteiro possa não ganhar muitos prêmios pelos padrões atuais, foi um projeto que ajudou a colocar a Pixar no mapa e a introduzi-la no reino da animação.



4. Tin Toy (1988)

Dir.: John Lasseter


Antes de criar seu grande sucesso, a Pixar já tinha sua própria "história de brinquedo" estrelada por um hilário boneco de corda que foge de um bebê gigante.


Realmente não há muito em termos de enredo, mas as expressões e o design do nosso protagonista de lata são tão surpreendentemente realistas que ele se torna inesquecível.



3. Para os Pássaros A.K.A.: Coisas de Pássaros (2001)

Dir.: Ralph Eggleston


Um bando de aves mal-humoradas e seu intruso com aparência de bobo são a espinha dorsal dessa obra-prima da animação.


Embora eles se comuniquem apenas com uma série de ruídos divertidíssimos, sua estupidez exagerada é o que lhes garante um lugar na nossa lista.



2. O Jogo de Geri (1997)

Dir.: John Pinkava


Um senhor idoso jogando xadrez sozinho em um parque pode parecer um dos enredos mais enfadonhos para um filme de qualquer duração, mas este ganhou um Oscar tanto pela criatividade quanto pela simplicidade.


Com um tabuleiro de xadrez e um par de óculos, Geri cria duas personas travando uma guerra de sagacidade em um dia frio de outono.


O curta é realmente uma prova da equipe criativa da Pixar, mostrando como uma ideia simples pode estar repleta de possibilidades cômicas. Claro, as expressões, a sagacidade e as personalidades de Geri certamente foram grandes aliadas para o sucesso.



1. Knick Knack (1989)

Dir.: John Lasseter


Quando alguém ouve o termo "Pixar Short", existem boas chances são de que Knick Knack seja o primeiro que lhes vem ao cerebelo.


Pode até ser pela animação deliciosa ou pela música cativante, mas é mais do que provável que seja por causa da história dum boneco de neve preso em um globo e que vai fazer o impossível pra chegar até a bela boneca Sunny Miami, do outro lado da estante.


Embora nosso protagonista congelado passe por uma série de provações de Sísifo, trata-se de uma comédia curta (mas doce) de erros.


Fato é que Knick Knack resistiu bem ao impiedoso teste do tempo. Apesar de que outros longas e curtas tenham surgido e desaparecido, Knick Knack ainda está em alta e os fãs continuam a assistir e a se divertir mesmo depois de décadas.



9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
GoogleMaps Logo Shadow.png